hipotiroidismo e plantas medicinais

Standard

tiroideA glândula tiroide localiza-se na parte da frente do pescoço e secreta as hormonas tiroideias (T4 e T3), responsáveis por regular o nível de energia e metabolismo do organismo.

No hipotiroidismo (tiroide pouco ativa) a hormona tiroideia é produzida em baixa quantidade o que pode originar diversos sintomas, entre eles:

  • fadiga e apatia, aumento de peso, ansiedade e depressão, ciclos menstruais irregulares e / ou abundantes, alteração da frequência cardíaca, queda de cabelo, pele seca e unhas quebradiças, insónias, edemas (inchaço), irritabilidade, problemas de fertilidade, sensação de formigueiro nas extremidades, frio persistente, alteração da visão e rouquidão, baixo desejo sexual, infeções, dores musculares e nas articulações. O bócio (aumento de volume da tiroide) também pode estar associado a esta condição.

As causas mais frequentes de hipotiroidismo incluem:

  • a tiroidite de Hashimoto (doença autoimune), defeitos congénitos da tiroide, distúrbios da hipófise e tratamentos de radioterapia. Fatores como o stress, dieta inadequada (ex. falta de iodo), certos medicamentos (ex. anti-histamínicos, sulfonamidas), alterações hormonais, vida sedentária e acumulação de toxinas, também podem contribuir para o desenvolvimento de hipotiroidismo. Se esta afeção não for tratada, corre um risco aumentado de problemas cardiovasculares, diabetes, depressão, enxaquecas, artrite e síndrome do túnel carpiano, entre outros.

Herbalismo: as Plantas Medicinais

Plantas que podem aliviar esta queixa:

– Ashwagandha (Withania Somnifera), ginseng siberiano (Eleutherococcus senticosus), rhodiola (Rhodiola rosea), para aliviar o stress e combater a fadiga.
– Cavalinha (Equisetum arvense), barbas de milho (Zea mays), bétula (Betula pendula), dente-de-leão (Taraxacum officinale) mil-folhas (Achillea millefolium), salsa (Petroselinum crispum), vara-de-ouro (Solidago virgaurea), efeito diurético (facilita a eliminação de líquidos em caso de edemas).

– Artemísia (Artemisia vulgaris), genciana (Gentiana lutea), para regular a atividade da tiroide.

– Alcachofra (Cynara scloymus), cardo mariano (Silybum marianum), dente-de-leão (Taraxacum officinale), ação de desintoxicação do fígado.

– Dulse (Palmaria palmata), fucus (Fucus vesiculosus), kelp, algas ricas em iodo, importante para o funcionamento da tiroide. Se toma uma medicação para a tiroide o consumo de algas deve ser supervisionado.

Estas plantas podem ser adquiridas secas – para preparar infusões – em tintura ou em cápsulas.

Caso tome qualquer medicação para a tiroide, consulte o seu profissional de saúde e terapeuta antes de iniciar um tratamento natural de modo a evitar possíveis interações medicamentosas.

Infusões (“chás”)

As infusões e decocções são geralmente preparadas na proporção de 1 colher de sopa de planta seca (se usar a planta fresca use o dobro ou o triplo da quantidade) para meio-litro de água a ferver, ou na proporção de 30g por litro de água.

A dosagem habitual a tomar corresponde a:

– 2 – 3 chávenas por dia, durante 4 semanas. Regra geral recomenda-se não usar a mesma planta por mais de 4 semanas seguidas a menos que lhe seja indicado em contrário. Faça uma pausa de 1 semana e, se necessário, retome o tratamento. Como opção, depois de 4 semanas de uso, substitua a planta por outra com propriedades similares.

Tinturas

Estas preparações líquidas, feitas com uma base hidroalcoólica, podem ser adquiridas numa ervanária ou dietética ou, como opção, ser efetuadas em casa.

A dose diária habitual de uma tintura corresponde a:

– 1 colher de chá (5ml), 3x ao dia. Esta indicação pode variar de planta para planta. Num produto adquirido comercialmente pode consultar a dose recomendada.

Extraído do Guia de Remédios Naturais para Mulheres

Sofia Loureiro

Escritora & Terapeuta Natural

Autora:
Guia de Remédios Naturais para Crianças
Guia de Remédios Naturais para Mulheres
Guía de Remedios Naturales para Niños

Consultas de: Naturopatia Integral, Auriculoterapia

Plataforma de Autora:

Vida Natural :::: Facebook pink Guia de Remédios Naturais  blog blue SoPro Verde

Escrita ::::: Facebook pink Escrita com Letras  blog blueEscrita com Letras

GoodReads: goodreads Sofia Loureiro

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s